“CIÊNCIA PELA CIDADE” LEVOU 800 ALUNOS ÀS RUAS DE OLIVEIRA DO BAIRRO

Realizou-se nos dias 5 e 6 de dezembro a atividade “Ciência pela cidade … Exposição científica”, promovida pelo Clube Ciência Viva do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro e integrada nas comemorações dos 150 anos da Tabela Periódica dos Elementos (declaração da UNESCO).
Durante os dois dias de atividade cerca de 650 alunos do 3º ciclo do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro percorreram as ruas da cidade de Oliveira do Bairro, entre a Junta de Freguesia e Câmara Municipal, passando pela Avenida Dr Abílio Pereira Pinto, numa caminhada científica por 13 postos com oficinas dinamizadas pelos alunos do 11º ano do curso de ciências e tecnologias da Escola Secundária de Oliveira do Bairro e que teve como objetivo principal revelar elementos químicos presentes em edifícios, monumentos e artefactos da cidade e evidenciar a importância desses elementos na vida e na natureza. Diversas foram as situações apresentadas, como por exemplo, a razão da cor verde do telhado em cobre da biblioteca municipal, a vantagem da utilização de baterias de lítio nas bicicletas de utilização pública e nos robots do clube de Robótica da ESOB, etc.

No início da caminhada cada aluno recebeu uma tabela periódica incompleta que se foi preenchendo durante a caminhada. Em cada posto, os alunos receberam um selo, para colar na tabela periódica, do elemento aí apresentado, permitindo evidenciar a organização desta tabela que o cientista Mendeleiev apresentou há 150 anos. Cada turma que visitou a exposição foi acompanhada por alunos (cerca de 75) do 10º ano do curso de ciências e tecnologias da Escola Secundária, que brilhantemente orientaram os alunos do 3º ciclo pelas ruas da cidade, estabelecendo empatia e relações de proximidade. Os alunos (cerca de 75) que dinamizaram as 13 oficinas espalhadas pela cidade tiveram um papel fundamental no sucesso da atividade, na medida em que se prepararam de forma exímia e, com linguagem científica correta e adequada ao público-alvo, cativaram a atenção dos alunos, através de exposições dinâmicas e demonstrações experimentais relevantes. Estes alunos foram ainda promotores da integração dos alunos de educação especial da Escola Secundária, uma vez que fizeram a diferença, através da doçura dos olhares, da repetição pausada das palavras, da (re)organização do discurso, da seriedade do ofício, da sensibilidade de “cientista de bata branca” que conduziu esses alunos por percursos mais acessíveis: foi o posto criado à pressa, fora de horas, no passeio, com todo o rigor científico e empenhamento, foi o característico tom brincalhão e descontraído de “cientistas malucos de bata branca”, foi a clareza e objetividade. Foram seres humanos fantásticos, interessados e, acima de tudo, justos e empáticos. Conseguiram calçar os sapatos do outro sem condescendência, pena ou (in)diferença, mesmo que o sapato aperte e magoe.
Durante a noite do dia 5 de dezembro também decorreu uma sessão geral com a presença de alunos, encarregados de educação e entidades parceiras, permitindo também alargar a atividade a outros públicos, sempre com o objetivo de divulgar a ciência patente na cidade de Oliveira do Bairro.
Esta atividade foi um sucesso, motora de laços e conhecimento e verdadeiro exemplo de prática pedagógica inovadora: feita de alunos para alunos.
Um agradecimento especial à Junta de Freguesia de Oliveira do Bairro pela cedência da sua sede para a organização da logística da atividade e à Câmara Municipal pela cedência do transporte dos alunos da Escola Básica Dr Fernando Peixinho, em Oiã e da Extensão Frei Gil, em Bustos.

Contactos

Rua  Dr. Acácio de Azevedo, nº 28

  Tel: 234 747 747

Fax: 234 748 227   

 E-mail: secretaria@aeob.edu.pt

Social

 

Parcerias